Bica na Cara

by Surra

/
  • Streaming + Download

    Includes unlimited streaming via the free Bandcamp app, plus high-quality download in MP3, FLAC and more.
    Purchasable with gift card

      $7 USD  or more

     

1.
2.
02:23
3.
00:40
4.
03:09
5.
6.
7.
01:11
8.
9.
01:35

credits

released October 25, 2012

license

all rights reserved

tags

about

Surra Santos, Brazil

Thrashpunk do Brasil

www.surrahc.com.br

contact / help

Contact Surra

Streaming and
Download help

Track Name: 30Kg de Merda
Ignorante e previsível é assim gostam pra alimentar
essas ideias de merda que nunca vão acabar
vai pé rapado, bon vivan, tomando banho de mar
cheio de lixo boiando, urubu rondando o lugar

escolhido a dedo pra ser mais um imbecil
largado às traças e morando lá na puta que pariu
trampando a vida inteira com esperança de acender
uma luz na tua cabeça pra fazer tu entender

que tu é só mais um
que aceita porrada
é um pobre coitado
e num presta pra nada

chegamo atacando 30 kg de merda no ventilador
pra espalha o terror
só xinga não adianta então cadê o problema?
é só se olhar no espelho... tu já encontrou

a vida vista de fora faz saltar teus olhos
tu fica na sala vendo novela porque não dói
Track Name: Merenda
Como que pode um vagabundo desses
Roubar comida da nossas crianças

Não tem respeito, não tem pudor
Tem que ser preso junto do terror

Desviou verba e nem quis saber
Se deixou criança sem comer

Comprou a mansão mais cara do seu bairro
Com o suor e o sangue do operário

Sem ter o que comer
Sem conseguir viver
Não pode mais andar
Somente rastejar

Filho do cidadão
Comendo do lixão
Tendo que se virar
Pra morte não lhe levar

E qual o futuro dessa pobre gente
Fadado a ser só mais um delinquente

Sem solução ou oportunidade
Tudo por culpa da tua vaidade

Quanto sofrimento custa o teu luxo
A picanha cara no teu buxo

Quanto o inocente vai ter que pagar
Pra tua atitude quem sabe mudar

Sem ter o que comer
Sem conseguir viver
Não pode mais andar
Somente rastejar

Filho do cidadão
Fruto da opressão
E nada vai mudar
Se no verme você votar

Chega de conversa, um milhão de promessa
O povo precisa de uma solução

Só pensa na grana sucesso e na fama
Respeite o futuro da nossa nação

Sem renda,
A Merenda,
Safado,
Roubou!
Track Name: Ditadura
Pra que me esforçar que nem um merda pra dar bom exemplo para meia dúzia de filho da puta que quis me fuder.
Me jogaram na prisão e espancaram na escuridão, desmascaro esses merda e boto pra correr.
Já admiti minhas merdas minhas mentiras e cuido da minha propria vida mas isso eu não vou deixar passar.
Ditador, covarde, pau no cu do caralho eu te odeio, seu otário, cretino, só penso em te matar.
Track Name: Valeu Memo
Atitude de cuzão (de cuzão)
Acha que é dono da razão (da razão)
Mas é um puta de um boyzão.

presta atenção, foi tu quem cago no pau
chama os outros de irmão, pra depois pagar de mau
pode enfiar no cu cada merda que você disse
cada erro uma lição, to cansado dessa porra

Tu tá cego de razão, desce desse pedestal
ainda quer me dar sermão, acha que ainda tem moral
aponta o dedo na minha cara para as merdas que eu fiz
cada erro uma lição, escolhi porque eu quis

Valeu memo por tudo que tu fez
Mas crédito e confete é só na puta que pariu

dá pra acreditar?
verme imundo
se acha melhor
que todo mundo

mas é nós aqui
e é até o fim
maloqueiro assim
melhor pra mim
Track Name: Povo Feito de Imbecil
No hospital faltando médico, leito, desfibrilador
A escola toda fudida, sem cadeira e professor
No busão de todo dia, dispensaram o cobrador
E no bairro onde eu moro, quem comanda é o terror

Não sei quantos porcento entram no bolso dos doutor
A máquina gira com suor do trabalhador
Enfiam dinheiro no cu nessa porra de país

Brasil, Brasil, Brasil
Povo feito de imbecil
Povo feito de imbecil
Vai pra puta que pariu
Pra puta que pariu

Puta bando de imbecil
Track Name: Vida de Babaca
Esse teu 'xabú' do caralho não leva a nada
Tua vida é uma mentira deslavada
Desde o começo tu é arrastado pra escola
Vivendo e obedecendo até se formar idiota
Faculdade do sistema que já usaram com teus pais
Atolado até o pescoço quer fugir já não dá mais

Imposto por aqueles que se importam com você
Te transformando em um otário sem ao menos perceber
Que a vida é uma merda
Não é que nem está na TV
Que tu se forma doutor e ainda tem tudo pra aprender

Fode com o sistema, fode com o patrão
Não cumpre com o esquema e deixa o verme na mão
Mas não se apavora não
Dá um jeito nessa porra
Abre esses teus olhos antes que tua família morra

Vê se preza pela tua originalidade
Com a força da tua mente tu encontra a liberdade
É difícil viver
Em meio a ignorância
A maioria é cu sentado no sofá coçando a pança

Admite que tu se infurnou na vida de cuzão
Ta afastado do trampo só de rolê com os boyzão
Admite que tu se infurnou na vida de cuzão
E da vida de babaca não sai nunca mais

Admite que tu se infurnou na vida de cuzão
Que a vida que tu vive não passa de uma ilusão
Nunca mais vai sair dessa vida de babaca
Ta fudido sem amigo e tu não vale nada

Esse teu xabú do caralho não leva a nada
Track Name: Cubathrash
'Cubathrash'

Você já deve saber
Ou já ouviu dizer
Que o lixo mundial
Tá no nosso quintal

Os pobres que se fodam
Ambiente que se exploda
Enquanto a favela voa
Os ricos estão numa boa

Podridão no ar
Fode meu pulmão
Lixo nuclear
Isso é Cubatão

Problema é todo teu
Se teu filho não nasceu
Tu já tá no fim do poço
Eu quero é grana no bolso

Põe o bebe no caixão
Joga ele no lixão
Eles nem querem saber
Se é tu que vai se fuder

Não posso aguentar
Mais poluição
Eu quero me matar
Isso é Cubatão

Podridão no ar
Fode meu pulmão
Lixo nuclear
Isso é Cubatão

Se o assunto é poluição
A gente é campeão
O orgulho da nação
Cidade de Cubatão
Track Name: Pau no Cu do Capitalismo em Posições Obscenas/Sou o Mesmo FxDxP
'Pau no Cu do Capitalismo em Posições Obscenas'

Já que inventaram o dinheiro
Quem já nasce é do sistema
Quem não tem dinheiro
É merda igual a que
Sai do cu!!!!

Só bo-ia
Merda não afunda!
Só bo-ia

Calado!

Já que inventaram o dinheiro
Quem já nasce é do sistema
Quem não tem dinheiro
É merda igual a que
Sai do cu!!!!



'Sou o Mesmo FxDxP'

Não confio em ninguém
Mas acredito em mim mesmo
Sou o tipo de pessoa
Que ninguém quer por perto
Mas o tempo vai passando
E as coisas vão mudando
E eu ainda continuo sendo o mesmo filho da puta
Track Name: Vote Nulo
Hoje você acordou contente sem saber porquê
Pensando em mudar tudo, que incomoda você
Hoje é dia, dia de eleição
Mas em quem você votará, se só tem ladrão

Não se venda
Não seja burro
Derrube os porcos
Vote nulo

Nome diferentes, partidos diferentes, mas são todos iguais
Eles roubam e enganam cada vez mais
Beijam crianças, fazem comícios nos bairros do subúrbio
Ma exercendo seus cargos se tornarão porcos sujos

Não se venda
Não seja burro
Derrube os porcos
Vote nulo.

If you like Surra, you may also like: